Menu

Governo Federal e Governo de Minas Gerais

Plano de Regionalização para a Gestão Integrada de Resíduos Sólidos

Descubra como

Imagem representando o caso de sucesso de Governo Federal e Governo de Minas Gerais

O Plano de regionalização para a gestão integrada de resíduos sólidos desenvolveu critérios técnicos que devem orientar a formação de consórcios municipais, visando a sustentabilidade e viabilidade do planejamento, implantação e operação do sistema. É considerado pelo Ministério do Meio Ambiente como um trabalho exemplar e que deve subsidiar a formação de agrupamentos regionais e a gestão eficiente.

Desafio

Desenvolver um PLANO que pudesse atender aos critérios de sustentabilidade social, ambiental e econômico, viabilizando a construção de arranjos técnicos e políticos para a formação de consórcios intermunicipais.

O que alcançamos

Foi desenvolvimento o conceito do ARRANJO TERRITORIAL ÓTIMO (ATO), subsidiando a formação de 51 consórcios para a Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

51 Arranjos Territoriais Ótimos
para o consorciamento de 853 municípios

Resultado

O Plano de regionalização para a gestão integrada de resíduos sólidos desenvolveu critérios técnicos que devem orientar a formação de consórcios municipais, visando a sustentabilidade e viabilidade do planejamento, implantação e operação do sistema. É considerado pelo Ministério do Meio Ambiente como um trabalho exemplar e que deve subsidiar a formação de agrupamentos regionais e a gestão eficiente.

CONHEÇA A CARTILHA ELABORADA PELA MYR


Conheça melhor o tipo de serviço prestado

Este projeto seguiu o nosso processo PLANOS, clique aqui para conhecer este tipo de serviço!

Entre em contato e descubra como podemos te ajudar a transformar as restrições e desafios do seu projeto em vantagens competitivas que melhoram a qualidade de vida das comunidades envolvidas!

Contato